A mudança do cantor de uma banda sempre é algo delicado. Mas não tanto quanto o Journey imaginava ao substituir Steve Perry. Tanto que, quando Arnel Pineda chegou, Jonathan Cain já estava preparado devido a uma experiência passada. “Em 1998, quando chamamos Steve Augeri, ficamos com medo que ele levasse um tiro. Recebíamos correspondências ameaçadoras. Um cara descobriu o número do meu telefone e ficava ligando para me xingar. ‘Seu filho da puta, como vocês se atrevem?’. Tivemos medo de tumultos nos shows”, revelou o tecladista à Rolling Stone


Comentários