AC/DC: PHIL RUDD, ex-baterista da banda, diz não saber o que está acontecendo...


O australiano Phil Rudd, ex-baterista da banda AC/DC, voltou ao tribunal nesta segunda-feira, dia 3, após ser condenado em julho por ameaça de morte e posse de drogas.
Rudd agora é acusado de consumo e posse de álcool durante sua detenção domiciliar. Em nova audiência na corte de Tauranga, na Nova Zelândia, ele alegou ser inocente.
O jornal "The New Zealand Herald" relatou que havia até mesmo prostitutas na casa de Rudd, em North Island, Nova Zelândia, quando ele foi preso.
Questionado por jornalistas, Rudd apenas disse: "A única coisa que me deixa nervoso é que eu realmente não sei o que está acontecendo".
As novas acusações aconteceram 10 dias após Rudd ser sentenciado a 8 meses de prisão domiciliar por ameaçar matar um ex-funcionário e por posse de metanfetamina e maconha.
Na ocasião, o baterista reconheceu ter oferecido dinheiro, veículos e uma casa a um "associado" para que um ex-funcionário fosse "retirado de campo".

Fonte: UOL

Comentários